COHAB oferece imóveis para recomercialização e permissão de uso

Residências foram retomadas pela companhia ou estão em processo de recuperação, devido ao não comprimento de obrigações pelos adquirentes

Imagem: Divulgação COHAB

A Companhia de Habitação de Londrina (COHAB-LD) publicou o Edital Nº 001/2021, convocando as pessoas inscritas em seu cadastro e não contempladas com moradias, para manifestarem interesse na aquisição de imóveis que foram reintegrados ao domínio e/ou a posse da COHAB-LD, decorrentes de ação judicial.

Os interessados devem comparecer na sede da companhia, na Rua Pernambuco nº 1.002, das 8h30 às 17h30, no prazo de 15 dias, a contar da data de publicação do edital, que aconteceu no dia 12 de janeiro. Ao todo, a COHAB disponibilizou sete unidades para Permissão de Uso (que são aquelas que ainda não estão em propriedade da COHAB, mas que já permitem o domínio por terceiros) e outros dois imóveis que permitem recomercialização, pois a propriedade já está em posse da companhia.

Para permissão de uso há duas unidades nos condomínios residenciais Aimará II, uma no Vale do Cambezinho I, uma no Vale do Cambezinho II, uma no Jardim Canaã, em Jaguapitã, uma no Conjunto Habitacional Vale do Amanhecer, em Florestópolis, e uma no Conjunto Habitacional José Consalter, em Colorado. O valor da permissão de uso destes imóveis vai de R$ 282,11 a R$ 670,00, conforme as características de cada um.

Os imóveis disponibilizados para recomercialização ficam nos condomínios residenciais Vale do Cambezinho III, avaliado em R$ 152.300,00, e no Aurora Tropical, com avaliação de R$ 153.200,00.

O presidente da COHAB-LD, Reinaldo Ribeirete, explicou os imóveis descritos no edital foram retomados pela Companhia ou estão em processo de recuperação, devido ao não comprimento de obrigações pelos adquirentes. “A intenção é oportunizar que outras pessoas possam ser beneficiadas com residências”, afirmou.

Documentos – Os interessados nos imóveis deverão apresentar diversos documentos, como: Carteira de Identidade – RG; CPF em situação regular junto à Receita Federal; comprovação de estado civil atualizado; carteira de trabalho; sendo servidor público apresentar portaria de nomeação; holerites dos três últimos meses;  declaração de imposto de renda completa e com recibo de entrega a Receita Federal; Certidão Negativa junto a SERASA incluindo consulta ao SCPC; Certidão Negativa Municipal expedida pela Prefeitura do Município de Londrina.

Com: N.Com

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: