Pilotos londrinenses integram equipe campeã da Copa Yamaha R3 Horas

Os atletas Felipe Gonçalves e Bruno Garcia, que treinaram no Autódromo Internacional de Londrina, participaram da prova realizada em Goiânia

Imagem: Divulgação

Os pilotos londrinenses de motovelocidade Felipe Gonçalves e Bruno Garcia foram vencedores, no último domingo (7), da Copa Yamaha R3 Horas, realizada no Autódromo Internacional de Goiânia. Os dois fazem parte da equipe Paulinho SBK – também de Londrina –, que inclui, ainda, os atletas Bruno Ribeiro, de São Paulo, e Cleyton Fucinho, de Maringá.

Durante a prova, que teve duração de 3h21, o time integrado pelos londrinenses executou 96 voltas no circuito, sendo que a melhor volta foi concluída em 1m45. A competição, que é do tipo endurance – de resistência – contou com a participação de cerca de 120 pilotos, com idades de 13 a 63 anos, divididos em 35 equipes. Eles realizaram a prova seguindo um esquema de revezamento em que cada participante pilota a moto de sua equipe durante trinta minutos, sendo então substituído por um companheiro de time. Todos os atletas da Copa utilizaram veículos do mesmo modelo, Yamaha YZF R3.

O presidente da Fundação de Esportes de Londrina (FEL), Marcelo Oguido, explicou que a preparação dos pilotos foi realizada no Autódromo Internacional de Londrina, que é mantido pela Prefeitura por meio da FEL. “Estamos muito felizes com esse excelente resultado. O fato de os atletas terem acesso a uma pista de qualidade faz a diferença, pois quanto mais próximo da realidade for o treinamento, melhor será o seu desempenho”, disse.

O chefe da equipe Paulinho SBK, Paulo Gonçalves, destacou a importância da colaboração com a Prefeitura. “A FEL foi muito solícita e nos ajudou bastante ao liberar o Autódromo para a preparação dos atletas. Durante os treinamentos, evitamos aglomerações e procuramos respeitar todas as precauções de saúde e segurança para evitar a transmissão do coronavírus”, afirmou.

Conquistas – Com apenas 19 anos de idade, Felipe Gonçalves compete como piloto de motovelocidade há sete anos. Em 2020, foi campeão do SuperBike Brasil – o principal torneio do país – na categoria Copa Kawasaki Ninja 400. Neste ano, competirá na modalidade Copa Pro Honda CBR 650R.

Segundo Felipe, a Copa Yamaha R3 Horas foi o primeiro evento de longa duração de que ele participou. “Nós nos preparamos bastante para essa corrida. Treinamos durante três ou quatro semanas, não só na pista como também em práticas de condicionamento físico. O resultado é uma vitória de toda a equipe, e veio graças à dedicação dos pilotos e à estratégia traçada pelo meu pai e chefe de equipe para a corrida”, contou.

Próxima edição – Programada para março, a próxima edição da Copa Yamaha R3 Horas acontecerá no Autódromo Internacional de Curvelo, em Minas Gerais, e também contará com a participação da equipe londrinense Paulinho SBK. Assim como a corrida do último domingo (7), a prova será transmitida ao vivo pelo canal de Youtube Yamaha Racing.

Com: N.Com

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: