Destaques Prefeitura contrata 198 professores temporários para Secretaria de Educação

Profissionais são suprir as necessidades do Município na educação fundamental e infantil

Imagem: Vivian Honorato

A Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME), está contratando 198 professores temporários para atender a demanda prioritária da rede municipal de ensino durante o ano. Entre eles, 111 vagas serão para professores do ensino fundamental, outras 76 para educação infantil e 11 para professores de educação física. Todos os profissionais aptos deverão iniciar os trabalhos no dia 1º de abril deste ano.

O objetivo é suprir a demanda do Município, conforme a necessidade da Secretaria de Educação. As vagas surgem com profissionais que necessitam de licença maternidade, licença médica prolongada, afastamento por tempo determinado ou ainda que estão com laudo de readaptação funcional provisório. Por isso, as contratações são para vagas temporárias.

Segundo a assessora pedagógica da SME, Mariangela Bianchini, o chamamento destes profissionais é necessário, mesmo em tempos de ensino remoto, pois as atividades escolares continuam. “Devido à pandemia causada pelo novo Coronavírus, as unidades escolares municipais vêm atendendo todos os alunos com videoaula, materiais impressos e atendimentos individualizados presenciais para casos específicos e ainda devem obedecer a legislação nacional e municipal, no que diz respeito ao número de alunos atendidos por cada professor, por isso precisamos dessa contratação temporária”, explicou a diretora.

Apresentação – Para atender a demanda dos cerca de 45 mil alunos, os candidatos deverão comparecer na quadra da Escola Municipal Maria Carmelita Vilela Magalhães, localizada na Rua Maurício de Nassau, 329, no Jardim Mazzei I, (entrada pelo portão da quadra – Rua Coronel Camisão).

A data e horário já estão definidos para cada um dos candidatos, através do edital Edital nº 020/2021-SMRH, publicado no Jornal Oficial do Município nº 4277, desta quarta-feira (17) e que pode ser lido aqui. Os primeiros devem se apresentar no dia 25 de fevereiro, às 8 horas.

A secretária municipal de Recursos Humanos, Julliana Faggion Bellusci, ressaltou que, além do dia e horário para aceitação da vaga, os candidatos convocados já têm a perícia admissional agendada, que será realizada pela Diretoria de Saúde Ocupacional (DSO) no prédio da Caapsml. “Além dos documentos pessoais e profissionais, consta no anexo II do Edital um questionário médico que cada candidato precisa preencher e entregar, e que será utilizado no momento da perícia”, reforçou.

A data e o horário de apresentação devem ser rigorosamente respeitados, assim como a utilização de máscara de proteção facial, álcool em gel a 70%, caneta própria e o distanciamento entre os candidatos. As medidas são primordiais para a contenção da COVID-19. Por isso, a cada chamamento serão recebidos, no máximo, 50 candidatos.

Após o aceite da vaga ofertada e a perícia médica oficial, os profissionais aptos precisarão entregar a documentação completa à SMRH, conforme anexo III do edital de convocação. O não comparecimento implicará na desclassificação automática do candidato.

Com: N.Com

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: