Anunciada comissão técnica que comandará LEC na Copa do Brasil Sub-20

Treinador chega ao clube após passagem como auxiliar técnico da equipe principal em 2018

A equipe de juniores do Londrina Esporte Clube será comandada pelo técnico Edison Borges na Copa do Brasil Sub-20. O Tubarão estreia na competição na próxima quarta-feira (10), quando desafia o Galvez-AC no Norte do país. Jogo único, que começa às 19h (Horário de Brasília) na Arena Acreana, em Rio Branco.

Edison Borges retorna ao Londrina após três anos. Em 2018, ele foi o auxiliar do técnico Marquinhos Santos no time principal alviceleste. Borges terá ao seu lado o preparador físico João Carlos Ruiz, que vem provisoriamente da equipe principal para reforçar o jovem time londrinense neste início de temporada.

O preparador de goleiros será William David, especialista na função com passagens pelas escolinhas e divisões de base do Londrina. William também é filho do ex-atacante David, que atuou pela equipe principal do Tubarão em 1999.

O time londrinense também passa a ter como auxiliar técnico Márcio Santos, ex-jogador do Londrina e com experiência tanto como auxiliar como treinador nas escolinhas e equipes de base do Tubarão.

Edison Luiz Ferreira Borges tem 55 anos de idade. Natural de Curitiba, é formado em Educação Física pela Universidade Tuiuti do Paraná. Mas a história com o futebol ainda na infância, nas divisões de base do Coritiba.

Edison começou a carreira como jogador de futebol no time do bairro Alto da Glória, em 1985. Atuou também no futebol da Colômbia, do Uruguai e da Arábia Saudita antes de encerrar a carreira como atleta no Rio Branco de Paranaguá, em 1995.

A primeira experiência como treinador foi em escolas de futebol da capital paranaense entre 1997 e 1999. Daí em diante, a carreira decolou. Campeão estadual infantil com o Atlético Paranaense e de juniores com o Coritiba, clube este pelo qual ainda chegou a uma decisão de Copa São Paulo.

Promovido a auxiliar técnico a equipe principal do Coritiba, conquistou entre 2006 e 2014 seis estaduais e um Brasileiro Série B. Foi técnico interino do time coxa-branca em oito oportunidades. Como treinador, dirigiu ainda os times principais do Rio Branco de Paranaguá (2005) e Foz do Iguaçu FC (2013).

Como auxiliar técnico, já passou por outras oito equipes pelo país. A maioria delas, fazendo dupla ao lado do técnico Marquinhos Santos. Em uma das passagens, ambos estiveram juntos no Londrina, em 2018.

Edison Borges estava no Coritiba. Desde novembro de 2020, era o treinador do time de juniores da equipe curitibana e auxiliava a comissão técnica do time principal.

Natural de Rio das Pedras, interior de São Paulo, João Carlos Martins Ruiz tem 52 anos de idade e uma consolidada carreira na preparação física.

Está no Londrina desde 2011 e fez parte de toda trajetória da equipe principal alviceleste da segunda divisão do Campeonato Paranaense à Série B do Campeonato Brasileiro.

Formado na Universidade de São Carlos-SP, começou a carreira como preparador físico do Mogi Mirim-SP em 2006. Antes do Tubarão, trabalhou em vários clubes do Brasil e também no exterior, no Locomotiv de Moscou, da Rússia, e no FC Torpedo Kutaise, da Geórgia.

Formado pela Universidade Unifil, o londrinense William David Santos Queroz Camargo é uma das revelações na profissão de preparador de goleiros. Tem 25 anos de idade.

Ex-atleta das equipes de base da Portuguesa Londrinense, encerrou a carreira dentro de campo ainda na juventude para se dedicar à profissão de educador físico. Desde então, vem crescendo na carreira.

Tornou-se especialista na preparação de goleiros e trabalhou no aprimoramento dos jovens talentos do LEC nas escolinhas de futebol do clube, depois nas equipes de base (Sub-15, Sub-17 e Sub-19).

Também já exerceu a função no Clube Atlético Cambém e no Shanghai SIPG, da China, quando a equipe asiática esteve em intercâmbio no CT da SM Sports.

Saber como os goleiros devem agir nos duelos com os atacantes certamente é algo que sabe muito bem. William é filho do ex-atacante David, que atuou pelo Londrina no Brasileiro da Série B de 1999.

Marcio Santos dos Reis é natural de Campina Grande, na Paraíba. Como atleta profissional, tem um vasto currículo com passagens por clubes de todas as regiões do país. Dentre eles, o Londrina.

Foi zagueiro do Tubarão na temporada 2003. Atuou ainda pelo  Tianjin Teda, da China, antes de encerrar a carreira no Sete de Setembro, do Mato Grosso do Sul, em 2017.

Em 2018, Márcio já era treinador das seleções das escolinhas do LEC. Também comandou os times de base do Tubarão na categoria sub-15 e sub-17. Logo em seguida, passou para a função de auxiliar técnico do Londrina Sub-17 e Sub-20 em 2020. Função que volta a exercer agora.

Com grande vocação para trabalhar no desenvolvimento de jovens talentos, Márcio Santos também acumula a função de treinador na Academia do Tubarão, a escola de futebol oficial do clube, que em 2021 passou a ser administrada pela SM Sports.

Com Assessoria Londrina Esporte Clube/www.londrinaesporteclube.com.br

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: