Prefeitura abre vagas para aplicação da segunda dose da Coronavac

Quem tomou a vacina do Butantan, até o dia 2 de março, deve escolher um horário para receber a dose de reforço

A Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), está convocando os idosos e profissionais da saúde que tomaram a primeira dose da vacina contra o Coronavírus para que recebam a dose de reforço. Foram abertas 1.900 vagas para o agendamento de horários exclusivos às pessoas que foram vacinadas com a Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan.

Dessa forma, quem tomou a primeira dose da Coronavac, até o dia 2 de março, precisa escolher um dos horários disponíveis no site da Prefeitura de Londrina.  As vagas estão abertas de hoje (25) até segunda-feira (29), exclusivamente no Centro de Convivência do Idoso (CCI) Norte, que atende de segunda a sábado, das 7h30 às 23h, e aos domingos, das 8h30 às 20h. A unidade, que está funcionando como um Centro de Imunização da Secretaria de Saúde,  fica na Rua Luiz Brugin, 570, esquina com a Avenida Saul Elkind.

Segundo o secretário municipal de saúde, Felippe Machado, o objetivo é que cerca de 1.600 pessoas que já podem tomar a segunda dose, mas que ainda não agendaram um horário, façam isso nos próximos dias.

A dose de reforço é necessária para garantir a eficácia da vacina e, por isso, não deve ser esquecida. “É importante que o protocolo de vacinação seja seguido, porque a segunda dose é um reforço orientado pelos fabricantes da própria vacina. Ela é crucial para que nosso sistema imunológico possa ter a melhor e mais adequada resposta em relação à infecção, quando em contato com o vírus. Pedimos aos idosos e profissionais da saúde que já atingiram o intervalo de tempo suficiente para tomar a segunda dose, que agendem um dia e horário disponível”, pediu Machado.

A Prefeitura de Londrina abriu vagas extras exclusivamente para a aplicação da segunda dose. Elas atenderão as pessoas que precisam tomar a dose de reforço, identificadas pelo sistema informatizado da Secretaria de Saúde.

Além desse grupo, a Prefeitura também liberou, na segunda-feira (22), o agendamento para pessoas com mais de 70 anos e para os profissionais e trabalhadores de saúde. Somados, os dois públicos abrangem mais de 18 mil pessoas. Quem não tiver acesso à internet, ou impressoras para imprimir o comprovante com o QR-CODE, pode buscar ajuda em uma das unidades escolares da rede municipal. Os diretores e professores das escolas e CMEIs estão prontos para oferecer auxílio, assim como os profissionais que estão atendendo nos Centros de Convivência do Idoso.

Até as 21 horas de quarta-feira, Londrina registrou a vacinação de 44.218 pessoas que receberam a primeira dose e de 14.646 que tomaram a segunda dose.

Com N.Com

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: