Governo inicia vacinação das forças de segurança no domingo

Doses exclusivas para esses profissionais chegaram ao Estado nesta quinta-feira. A previsão é que até o final de maio todas as forças de segurança e salvamento e Forças Armadas que atuam no Paraná tenham recebido a primeira dose da vacina contra a Covid-19.

O Paraná inicia no próximo domingo (4) a vacinação das forças de segurança e salvamento e Forças Armadas contra a Covid-19. Um lote exclusivo de 2.277 vacinas destinado a esses profissionais chegou ao Estado nesta quinta-feira (1) junto com a remessa de mais de 500 mil doses para atendimento dos outros grupos prioritários.

A distribuição seguirá os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde, que enviará semanalmente novos lotes. Entre os primeiros imunizados estarão aqueles envolvidos no atendimento e/ou transporte de pacientes, resgates e atendimento pré-hospitalar, diretamente nas ações de vacinação ou monitoramento das medidas de distanciamento social.

“É o início de um processo contínuo e progressivo e a expectativa é que até o final de maio todos os profissionais de segurança tenham recebido a primeira dose”, informou o chefe da Casa Civil, Guto Silva, após uma reunião técnica entre as secretarias de Saúde e da Segurança Pública.

Serão vacinados, conforme critério da Saúde, profissionais da ativa das polícias Civil, Militar e Científica, Corpo de Bombeiros, guardas municipais, polícias Federal e Rodoviária Federal e Forças Armadas que atuam no Estado.

Dos agentes da segurança estadual, parte já recebeu a primeira dose por atuar na linha de frente do combate ao coronavírus. Foram imunizados 600 profissionais do Corpo de Bombeiros que trabalham em ambulâncias e no Siate. Também receberam a primeira dose profissionais de saúde que atuam dentro da segurança pública no Complexo Médico Penal, no programa de saúde mental e no IML.

ORGANIZAÇÃO – O secretário de Estado da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares, centralizará as informações de quantitativo de todas as forças de segurança, que serão encaminhadas para a Secretaria de Saúde montar o cronograma de vacinação deste grupo. A imunização dos profissionais de segurança será feita pelas equipes de Saúde dos municípios.

“Criamos uma diretriz que contemplasse, nesse primeiro momento, os integrantes que se encaixam nos grupos previstos pela Saúde. A partir de agora, reuniões internas vão definir quais serão estes profissionais que receberão as primeiras doses”, disse Marinho. “Estamos sempre na linha de frente. Essas vacinas chegam num momento certo para imunizar nossos profissionais”.

PRESENÇAS – Participaram da reunião o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Hudson Leôncio Teixeira; o delegado-geral da Polícia Civil, Silvio Rockembach; o diretor-geral da Secretaria de Saúde, Nestor Werner Júnior; a coordenadora de Vigilância Epidemiológica da Secretaria da Saúde, Acácia Nasr; a diretora de Atenção e Vigilância em Saúde, Maria Goretti; o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Gerson Gross; o coordenador da Defesa Civil, coronel Fernando Schunig; o diretor-geral da Polícia Científica, Luiz Rodrigo Grochoki; o vice-diretor do Depen, Luiz Francisco da Silveira; o chefe de Escalão da Saúde da 5ª Região Militar, coronel Glauco Teixeira; o superintendente da Polícia Federal no Paraná, Omar Haj Mussi; além de representantes da PRF e da Guarda Municipal de Curitiba.

Com: AEN

Imagem: Marcelo Casal

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: