Feira do Peixe Vivo comercializa 12 toneladas de peixes

Vendas superaram o volume esperado, que era de 10 toneladas comercializadas

Nos dias que antecederam a Páscoa, os moradores de Londrina e região aproveitaram a 27ª Feira do Peixe Vivo para adquirir produtos frescos diretamente do produtor. Isso porque, durante a ação, foram comercializadas 12 toneladas de peixes. A feira aconteceu na Praça Tomi Nakagawa, localizada na Rua Benjamin Constant, esquina com a Avenida Leste-Oeste, na quarta (31) e quinta-feira (1), das 8h às 18h, e na sexta-feira (2), das 8h às 16 horas.

De acordo com o balanço oficial da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (SMAA), os piscicultores participantes venderam, juntos, 12 toneladas de peixes, entre pacu, tilápia, bagre, carpa e pintado. “As vendas foram excelentes esse ano. Acreditávamos que, devido à pandemia, a quantidade comercializada seria menor que nos anos anteriores, porém, o resultado superou as expectativas, sendo comercializadas 12 toneladas de peixes. Além disso, o horário de encerramento da feira foi programado para as 16 horas, no entanto, alguns produtores encerraram antes, pois venderam toda a produção”, ressaltou a gerente de Comercialização da SMAA, Viviane Fernandes.

Os alimentos comercializados durante a 27ª feira foram entregues inteiros ao consumidor, que deve limpá-los em casa. Eles vêm ao encontro das comemorações cristãs relativas à Semana Santa, que antecipa a Páscoa, celebrada no último domingo (4). A intenção da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento é oportunizar um espaço para que o piscicultor possa comercializar seu produto sem intermediários, ou seja, em contato direto com o consumidor. Além disso, para a população, ela serve de incentivo para o consumo de um alimento saudável e fresco, vendido a um preço acessível.

“Muitos produtores aguardam o ano inteiro para a chegada da Feira do Peixe Vivo, pois é o momento em que eles comercializam seus produtos diretamente ao consumidor final. São peixes frescos, saudáveis e bem cuidados. Com isso, nós da Prefeitura conseguimos disponibilizar um espaço público para a venda dos produtos da época, ajudando o produtor e o consumidor, que ganha mais uma opção de alimento para comprar e consumir”, disse o secretário de Agricultura e Abastecimento, Régis Choucino.

A Feira do Peixe Vivo faz parte do projeto “Feira de Produtos de Época”, que integra a política de Segurança Alimentar do Município, realizada pela SMAA.

Com N.Com 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: