Campanha de Vacinação contra gripe começa nesta segunda-feira

Nesta primeira etapa, as UBSs irão vacinar grupos definidos

Começa nesta segunda-feira (12) a Campanha de Vacinação Contra Influenza, vírus que causa a gripe. A Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, participa da campanha, que pretende imunizar pelo menos 90% das pessoas que compõem o público-alvo. Nesse primeiro momento, a vacinação será ofertada para crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade, gestantes e puérperas, como determina o Ministério da Saúde.

A vacinação será efetuada em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs), com exceção das que aplicam exclusivamente as doses contra Covid-19 ou de atendimento para pacientes com sintomas respiratórios. No total, são 38 unidades distribuídas na zona urbana e rural de Londrina, com funcionamento de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

O secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, explicou que, como medida preventiva contra a transmissão do novo coronavírus, a vacinação será realizada conforme agendamento prévio. “Desde o início da pandemia de Covid-19 nossas UBSs já aplicam o protocolo de agendamento por telefone, que está funcionando muito bem. E em cada UBS a capacidade de atendimentos por dia é de 50 a 100 pessoas para esta campanha”, citou.

O contato pode ser feito por telefone, diretamente na UBS mais próxima da residência. Os telefones e endereços das unidades podem ser conferidos aqui.

A vacina utilizada na campanha é trivalente, ou seja, é eficaz e protege contra as três cepas do vírus que tiveram maior circulação recentemente. São elas: linhagem A H1N1 e H3N2, e linhagem B Victoria. E a aplicação é em dose única, exceto para crianças que estejam recebendo pela primeira vez. Nestes casos, os pais ou responsáveis devem agendar a segunda dose também.

Para essa primeira etapa da campanha, Londrina recebeu 6.720 doses do imunizante contra o vírus influenza. A estimativa é que no município estão contempladas, para a campanha, 36.112 crianças, 5.259 gestantes, e 864 puérperas. Após vacinação exclusiva para esses três grupos, os demais serão atendidos nas etapas seguintes de forma escalonada.

Em maio, a campanha será estendida a todos os idosos com mais de 60 anos e para professores da rede pública e privada. “Ao contrário dos anos anteriores, quando os idosos eram o primeiro público vacinado, este ano o calendário foi invertido devido ao intervalo obrigatório de 14 dias entre aplicação da vacina contra Covid-19 e da vacina contra gripe”, explicou o secretário municipal de Saúde.

Na terceira etapa, com encerramento previsto em 9 de julho, serão vacinadas pessoas com comorbidades e com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, forças de segurança e salvamento, e forças armadas. E ainda os funcionários do sistema prisional, população privadas de liberdade e adolescentes e jovens em medias socioeducativas.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: