Novo Terminal do Milton Gavetti já está em operação

Prefeitura entregou hoje a obra que já entrou em funcionamento

A Prefeitura de Londrina entregou à população, novo Terminal Urbano do Conjunto Milton Gavetti, que foi reconstruído do zero, após a demolição da estrutura antiga. Por volta de 9h15, os ônibus das linhas 405 – Maria Cecília e 406 – Aquiles Stenghel foram os primeiros a entrar no novo Terminal.

O prefeito Marcelo Belinati esteve no local para acompanhar a nova obra e a movimentação dos ônibus na nova estrutura. “É um novo terminal, três vezes maior que o anterior que vai dar mais conforto e segurança para a população”, disse o prefeito em entrevista coletiva a imprensa.  “Tem banheiro moderno, água, conforto, cobertura para a pessoa não pegar chuva e se esconder do sol”, completou.

O prefeito lembrou que passam cerca de 176 mil pessoas todo mês no Terminal do Milton Gavetti, que foi o segundo reconstruído pela Prefeitura. “Serão reformados todo os terminais do transporte coletivo. Já entregamos o do Vivi Xavier, que foi derrubado e feito de novo, agora o Milton Gavetti e na sequência vamos fazer os terminais do Ouro Verde e Acapulco”, afirmou.

Além dos usuários do transporte coletivo, prestigiaram o início do movimento no novo Terminal, o vice-prefeito, João Mendonça; o presidente da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), Marcelo Cortez; os secretários de Planejamento, Orçamento e Tecnologia, Marcelo Canhada; de Obras e Pavimentação, João Verçosa; de Agricultura, Régis Choucino, além dos vereadores Jairo Tamura, presidente da Câmara; Ailton Nantes, Matheus Thum e o Chavão. Representantes da duas concessionárias também estiveram presentes.

Com a conclusão das obras, a Prefeitura entregou o espaço que passa a ser administrado pela CMTU, que desativará o terminal provisório montado na avenida Sylvio de Barros.

O investimento na reconstrução do terminal foi cerca de R$ 6 milhões e permitiram entregar um equipamento público muito mais moderno e funcional, com melhor fluxo de trânsito para veículos e passageiros, além de mais seguro e confortável. O terminal foi ampliado em quase três vezes, passando a área total construída de 820 m² para 2.500 m².

A obra envolveu a construção de plataformas e pistas de rolamento para os ônibus, cobertura com estrutura metálica e isolamento termoacústico, pavimentos rígidos em concreto com mais resistência e maior tempo de vida útil, construção de novos banheiros, cobertura, fraldário, bicicletário, pintura, sinalização e paisagismo.

Também foi feita a troca de todo o cercamento e gradil do espaço, executadas as instalações elétricas, cabeamentos e fiação, sistema de iluminação em LED fotovoltaica.

O novo Terminal do Gavetti é totalmente adaptado para pessoas com deficiência, com rampas, piso tátil em todas as plataformas e sinalização em braile nos totens das linhas de ônibus.

Recape da Avenida Sylvio Barros – Para entregar o novo Terminal do Milton Gavetti, a Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Obras e Pavimentação, fez o recape asfáltico na área de abrangência do terminal, em toda a extensão da avenida Sylvio Barros e vias do entorno. Os investimentos foram em torno R$ 480 mil.

Além do recape, foram feitas faixas elevadas nos dois sentidos da avenida Sylvio Barros interligando as calçadas até o shopping Norte, foi executado o conserto do meio-fio do canteiro central e a CMTU fez a sinalização e pintura viária, além da pintura da ciclovia, que liga o terminal à rotatória da Avenida Carlos João Strass.

Dados – O Terminal Milton Gavetti atende 15 linhas de ônibus. Passam, por dia, atualmente, nas 15 linhas, cerca de 8 mil pessoas e 176 mil passageiros por mês. Destes 8 mil cidadãos, 3.200 são somente do terminal, ou seja, passam pela guarita-catraca e as linhas alimentadoras. Os dados são atuais, do terminal provisório. Antes da obra passavam, no Milton Gavetti, cerca de 20 mil pessoas por dia.

Com N.Com 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: