Feira da Economia Solidária será realizada no pátio da Prefeitura

Iniciativa acontecerá nesta quinta-feira (2) e na próxima (9), das 10h às 15h, onde serão comercializados diversos produtos de mais de 10 empreendimentos solidários

Nesta quinta-feira (2), das 10h às 15h, será realizada a Feira da Economia Solidária no pátio da Prefeitura de Londrina, na Avenida Duque de Caxias, 635, no Centro Cívico. Estarão disponíveis para comercialização artesanatos em geral, produtos personalizados, alimentos agroecológicos, entre outros, produzidos por mais de dez empreendimentos solidários. A iniciativa se repetirá na quinta-feira da próxima semana, dia 9 de setembro, das 10h às 15h.

A Economia Solidária é uma forma de organizar a produção, distribuição e consumo, alicerçada na igualdade de responsabilidades dos participantes dos Empreendimentos Econômicos Solidários (EES). O objetivo é gerar trabalho e renda, pautados em princípios de autogestão, cooperação e solidariedade.

A Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS) desenvolve, no Programa Municipal de Economia Solidária (PMES), o Projeto de Educação Socioprofissional e Promoção da Inclusão Produtiva – Modalidade II: Fortalecimento de Iniciativas Coletivas de Geração de Trabalho e Renda, executado em parceria com a Cáritas Arquidiocesana de Londrina, com objetivo de enfrentamento à pobreza.

O projeto busca promover a integração com o mundo do trabalho, fortalecendo as iniciativas de geração de renda, proporcionando apoio, assessoria e fomento às iniciativas de Economia Solidária. Também se constitui como ação complementar aos serviços prestados pela assistência Social, de acordo com o artigo 25 da Lei nº 8.742/93 – Lei Orgânica da Assistência Social.

Segundo a secretária municipal de Assistência Social, Jacqueline Marçal Micali, o Programa Municipal de Economia Solidária é uma das portas de saída para as pessoas que estavam em vulnerabilidade social, da maneira correta, dentro de um capitalismo justo, em que os empreendedores, por meio de suas habilidades pessoais, transformam o que produzem em renda. “O programa é uma das formas que nós utilizamos para chegar até as pessoas em vulnerabilidade, resgatar a cidadania e a autoestima delas”, apontou.

Serviço – Os produtos da Economia Solitária também podem ser adquiridos no Centro Público, localizado na Avenida Rio de Janeiro, 1.278, e na Casa de Economia Solidária – Café e Arte, localizada na Praça 7 de Setembro, na Rua João Cândido, esquina com a Rua Piauí. Os dois espaços funcionam de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. 

Com: N.Com – Imagem: Emerson Dias

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: