Revitalização interna marca os 70 anos da Biblioteca Pública de Londrina

Para comemorar o aniversário, o prefeito Marcelo Belinati autorizará, nesta sexta-feira (3), a revitalização do piso da Biblioteca

Nesta sexta-feira (3), às 10h, o prefeito Marcelo Belinati vai presentear a Biblioteca Pública Municipal Professor Pedro Viriato Parigot de Souza pelo seu aniversário de 70 anos. Ele autorizará a revitalização interna do prédio da biblioteca, com a renovação de todo o piso interno e a troca de mobiliário de atendimento ao público. A assinatura da autorização para abertura do processo licitatório acontecerá no saguão da Prefeitura de Londrina, na Avenida Duque de Caxias, 635, onde está acontecendo a exposição fotográfica comemorativa da biblioteca. A biblioteca também vai receber iluminação cênica especial para marcar o início das comemorações da data.

Com a revitalização interna, todo o piso de madeira será lixado e raspado para retirar as camadas de cera e verniz mais antigas. Posteriormente, será polido e passado o sinteco, que é uma resina transparente que renova, protege e trata a madeira do piso. Além disso, os balcões de atendimento ao público, que estão danificados pelo uso e pelo tempo, também serão trocados e novos equipamentos de informática serão adquiridos.

Para isso, a Prefeitura de Londrina destinará R$ 240 mil dos cofres públicos. “A assinatura do decreto liberando a revitalização interna da biblioteca é um presente que a gestão do prefeito Marcelo Belinati dá para a cidade de Londrina e marca os 70 anos da fundação da Biblioteca Pública Municipal. É uma data especial, porque a biblioteca vive no coração de todo londrinense, que teve a oportunidade de frequentá-la. E esse momento não é só o anúncio devido às novas obras, mas também porque estaremos o ano todo comemorando o setentanário dela”, disse o secretário municipal de Cultura, Bernardo Pellegrini.

Além dessas obras, durante o ano, duas novas salas de exposição na Biblioteca Pública Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza serão inauguradas. Uma delas será destinada à cultura afro-brasileira, que poderá ser utilizada pelos professores e alunos em geral, e outra sobre a cultura indígena, especialmente sobre a cultura kaingang. “A biblioteca não é apenas um espaço de leitura e de valorização do livro, mas de convívio cultural e, por isso, pretendemos integrar a vida da biblioteca a todas atividades culturais da cidade, como festivais, mostras, feiras e grandes eventos”, completou Pellegrini.

O prédio público já passou por outras melhorias durante a atual administração. Em maio do ano passado, o prefeito Marcelo Belinati entregou a reforma exterior da biblioteca, que recebeu uma pintura completa da fachada; troca do telhado; reparos no madeiramento de cobertura e readequação das calhas de água; e renovação da calçado no entorno. No mesmo mês, o espaço foi tombado e considerado Patrimônio Cultural do Município, conforme a Lei de Preservação do Patrimônio Cultural de Londrina (nº 11.188, de 2011).

Com N.Com 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: